Reiki

Reiki é uma terapia complementar, no âmbito das Terapias e Medicinas de Campo Bio Energético. Esta terapia é realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo do paciente, seguindo um rigoroso código de ética, sendo transmitida a “Energia Universal” (Reiki) para as zonas mais necessitadas da pessoa. Esta é uma terapia complementar, ou seja, trabalha em conjunto com todas as Medicinas e outras Terapias, nunca invalidando ou substituindo qualquer uma delas.

Reiki significa:

Energia Universal (Rei = Universal, Ki = energia)

Reiki é:

  • Um método japonês com um conjunto de técnicas que permitem revitalizar, equilibrar e auxiliar a pessoa no seu processo de cura;
  • É possível de utilizar em qualquer lugar, altura ou situação;
  • É uma Terapia Complementar, não realiza diagnóstico, não é equiparada às Bio Medicinas ou Medicinas Tradicionais;
  • Não exclui as outras medicinas ou terapêuticas, antes pelo contrário, pode ampliar a sua eficácia;
  • Enquanto prática tem técnicas de auto-ajuda com vista ao crescimento pessoal, além da possibilidade de auto tratamento.

Para compreendermos o que é o Reiki, temos que compreender que tudo é energia. O Reiki tem uma perspectiva holística sobre o Homem e a realidade que o rodeia e na qual está inserido.

Como funciona o Reiki

Reiki por si não cura. O efeito do Reiki é o de aumentar a capacidade autocurativa do paciente. Tal pode ocorrer nas seguintes formas:

  • Produzindo um profundo estado de relaxamento que pode aliviar o stress,
  • Aumentar as defesas do corpo de modo a que ajude a superar, por exemplo, uma infecção, estimulando o seu sistema imunológico
  • Aliviar estados de depressão e cansaço
  • Eliminar ou reduzir os efeitos secundários de fármacos, sobretudo da quimioterapia
  • Potencia o efeito benéfico dos fármacos quando um paciente não está a responder ao tratamento
  • Acelerar a eliminação de toxinas da anestesia e fármacos empregues
  • Reduzir a ansiedade antes de uma intervenção cirúrgica ou química
  • Aumentar a sua capacidade de recuperação depois de uma intervenção.