A nossa Missão

Sanergia

Bem-vindo a SANERGIA PORTUGAL, para auto-educar no complexo mundo de terapias complementares. A Sanergia é uma filosofia de vida e um ensinamento, dentro do espírito da Declaração Universal dos Direitos do Homem, e que permite a todo o indivíduo escolher o seu ensinamento, expressar sua opinião, compartilhar sua sabedoria, receber informação e formar a sua própria opinião sobre o que considera necessário para atingir a melhor qualidade de vida, se estiver correctamente informado. Todo o individuo tem o direito à vida, à liberdade de escolha de como se defender, curar e cuidar de si mesmo, para prevenir e tratar condições de saúde que o(a) afetam. Devemos esclarecer que não é um sítio de terapias para diagnosticar ou recomendar como tratamento primário de qualquer condição médica. É nosso interesse educar o paciente, com as visões contrastantes da doença e do tratamento existente e fornecer informações que tem algum tipo de evidência científica que permite ao doente, estudá-los e tomar decisões sobre a sua saúde, em consulta com o seu profissional primário de saúde, seu médico, naturopata, quiroprático ou outro.

Na minha prática como terapeuta, é minha função o esclarecimento e a educação do meu cliente para fornecer as ferramentas mais adequadas para ele(a) tomar a melhor decisão, e que o seu guia de sabedoria o(a) guie. Sempre baseado nas terapias menos invasivas e com menores efeitos colaterais para o seu bem-estar. Vejo todo o ser humano como um corpo holográfico original, único e muito complexo onde o alinhamento correto das peças é muito diferente de todos os outros que compartilham nosso planeta.
O bom terapeuta aprende a reconhecer os sintomas, deste organismo complexo como alarmes, desequilíbrios que não podem ser removido sem buscar, procurar a sua origem primária nas outras partes do seu holograma. Estes desequilíbrios quase sempre tem origem em fortes experiências emocionais que afetam as nossas vidas.

"A cura é um processo de facilitação por parte do terapeuta e fortalecimento do paciente."
Costumo comentar sarcasticamente que, se a medicina moderna é tão boa, porque é que os consultórios médicos estão sempre tão cheio de pacientes?
E eu concordo com meu professor de acupunctura, quando ele diz: "Não há doenças há apenas doentes." Por isso, se trata o paciente e não a doença.